COMPRE SHOWS

Contrate aqui os artistas que irão fazer a diferença no seu evento, a sua live e a sua marca

São João na rede vai reunir mais de 200 artistas

São João na rede vai reunir mais de 200 artistas

Prepare-se para o “São João na Rede, o forró que a gente gosta!” Vem aí o Festival nordestino que terá programação em 12 estados além do Distrito Federal, prometendo sacudir a internet com grandes lives.

Do mesmo modo o objetivo é de oferecer uma grade de entretenimento recheada de shows, arte, cultura nordestina que alimenta o tradicional São João e arrecadação de donativos, que serão captados e distribuídos através de uma plataforma eletrônica, pela primeira vez, a festa junina será virtual!

O ‘São João na Rede’ nasce do esforço conjunto do Fórum Nacional Forró de Raiz (e suas representações estaduais), da Associação Cultural Balaio Nordeste e da Associação Respeita Januário. Nesse sentido a ideia inicial para o Festival e o nome – ‘São João na Rede’ – partiram do coordenador do evento, artista e pesquisador, Climério de Oliveira, professor do Conservatório Pernambucano de Música e colaborador do Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Assim, Marcus Lucenna, um dos Mestres de Cerimônia da abertura juntamente com o ex-senador Lindbergh Farias, acrescenta:

“a resistência que queremos ressaltar aqui, é a resistência cultural, do forró de raiz, da arte popular e também da resistência do povo de Mossoró que venceu o bando de Lampião no ataque de 13 de julho de 1927”.

O movimento da cultura nordestina pela redes ganhou da mesma forma a simpatia de grandes astros da música, como Elba Ramalho, Gilberto Gil, Lucy Alves, Del Feliz, Margarete Menezes e muitos outros que continuam usando as suas redes sociais para divulgar e mobilizar o público. Aberto ao apoio dos famosos, o Festival prioriza em seu elenco artistas não famosos que primam pelo forró tradicional.

A PROGRAMAÇÃO

Antes de mais nada, a abertura nacional do festival será no dia 12 de junho com o Arraiá da Resistência e contará com a participação de artistas de várias regiões do país. A programação deste dia irá ao ar das 16h00 às 22h00.

Serão 14 dias de festa online! Variedades não vão faltar! Muita dança, oficinas indumentárias e de gastronomia regional, poesias, quadrilhas e claro, muito forró. Além disso, artistas de 12 estados brasileiros mais o Distrito Federal, farão parte da festa.

Em outras palavras, não faltarão homenagens aos ícones do forró que viveram aqui no Rio de Janeiro como o João do Vale e a sua parceria com Seu Adélio na criação de uma das casas de forró mais tradicionais do Rio de Janeiro, o Forró Forrado. Tem mulheres forrozeiras brilhando no tributo à Marinês, a Rainha do Xaxado, tem Amelinha, Raiz do Sana e uma surpresa especial: um programa inédito de mais de duas horas sobre o melhor das quadrilhas do Rio de Janeiro.

Daniel Guerra responsável pela programação e articulação do evento
As tradicionais bandeirinhas das festas juninas
As tradicionais bandeirinhas das festas juninas

O festival está sendo montado com material já gravado e com as transmissões, que envolverão dois formatos: lives e pré-gravados. Para agregar, ao mesmo tempo, os artistas estarão interagindo com o público nas suas redes sociais nos dias das apresentações. O canal principal de transmissão será o YouTube seguido das redes Instagram e Facebook.

Abertura – 12/06
Distrito Federal – 13/06
Paraíba – 18/06
Ceará – 19/06
Rio de Janeiro – 20/06
Bahia – 21/06
Sergipe – 22/06
São Paulo – 23/06
Alagoas – 24/06
Pernambuco – 25/06
Rio Grande do Norte – 26/06
Piauí – 27/06
Minas Gerais – 28/06
Maranhão – 29/06

SÃO JOÃO SOLIDÁRIO

Simultaneamente à grande festa, o São João na rede também alimentará uma linda campanha, que arrecadará donativos para os trabalhadores da cadeia produtiva do forró. que estão em dificuldades neste período de paralisação das atividades.

Festa Junina - Arraiá
As quadrilhas são a parte mais esperada das festas juninas / Foto: Agecom Bahia/Creative Commons

Ao passo que os artistas que pretendem receber o benefício, devem preencher o cadastro no site do evento – www.saojoaonarede.com.br – até o dia 30 de junho e aguardar a confirmação pelas equipes de coordenação e produção de cada estado.

A TRADICIONAL ENERGIA ESTARÁ PRESENTE

De acordo com Jadiel Guerra, Coordenador do fórum de forró do RJ e do festival São João na Rede do Rio de Janeiro, este será o melhor momento junino da cidade maravilhosa porque é o convite ao retorno da alegria e da festança, apesar da pandemia, que somente o forró proporciona. Mesmo num arraiá isolado em casa com a família, o Rio de Janeiro continuará lindo
mostrando o que o carioca nordestino tem de melhor, do forró à boa comida, além das tradicionais e animadas quadrilhas que estarão com um brilho incrível nesta festa.

FORRÓ, UM PATRIMÔNIO CULTURAL

Atualmente o forró passa pelo processo de instrução técnica para o seu reconhecimento oficial como patrimônio cultural brasileiro por parte do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). E, nesse contexto, o festival tem uma importante contribuição ao expor a diversidade cultural do forró.

UM POUCO DA HISTÓRIA DAS FESTAS JUNINAS

Os índios fazem parte da cultura nordestina
Cultura indígena fundiu-se à cultura europeia e deram início às nossas tradicionais festas juninas

As festas juninas nasceram nos países europeus católicos e eram chamadas de “joaninas”. Foram trazidas pra o Brasil pelos portugueses no período colonial. Curiosamente, da mesma forma, os índios que habitavam o Brasil antes da chegada dos portugueses também faziam rituais importantes em junho. Eles tinham várias celebrações ligadas à agricultura, com cantos, danças e muita comida. Ao passo que com a chegada dos jesuítas portugueses, os costumes indígenas e o caráter religioso dos festejos juninos se fundiram. É por isso que as festas tanto celebram santos católicos como oferecem uma variedade de pratos feitos com alimentos típicos dos nativos. Tão populares quanto o carnaval, hoje fazem parte do nosso folclore com as fogueiras, bandeirinhas coloridas, barracas de comidas típicas e as danças de quadrilha.

As festas juninas homenageiam três santos católicos: Santo Antônio (no dia 13 de junho), São João Batista (dia 24) e São Pedro (dia 29).

Fontes: Assessoria de Imprensa do “São João na rede” FESTAR MUITO / EBC / Super Interessante

Leia também: www.compreshows.com.br/os-operarios-da-arte-pedem-socorro/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *